No Grand Cru, cada jogador representa uma vinicula competindo com as outras para mostrar e vender seus melhores vinhos e com isso pagar seu investimento inicial.

O jogo funciona em três fases distintas. A primeira fase são as ações de obter financiamento para o plantio, comprar uvas, definir os preços do mercado, colher as uvas e vender os vinhos.
Depois da primeira fase vem a fase da exposição, onde os jogadores que venderam algum vinho ganham pontos de prestígio para gastar em ações para divulgar seus vinhos e crescer o valor de suas vinhas e com isso, ter melhores cotações e subir o preço de seus vinhos.

Mas, não basta apenas ter os melhores locais de plantio de uvas pois as estratégias de vendas e marketing do jogo também influenciam muito no valor e cotação dos vinhos.

Na fase final, os vinhos  e vin~icolas com as melhores cotações conseguem levantar dinheiro para pagar seus empréstimos bancários que adquiriram durante o jogo.
A partida termina quando um dos jogadores não tiver mais dívidas e aí fecha-se  a pontuação e quem tiver mais dinheiro ganha o jogo.

O jogo é uma boa e divertida opção na categoria de “jogos financeiros” e além disso também ensina muito sobre a nobre arte do cultivo de uvas e produção de vinhos.

O Grand Cru custa US$53,78 (aproximadamente R$ 110,00) e, para saber mais, clique aqui.

Deixe um comentário