Segundo pesquisas recentes, realizadas na Universidade de Tübingen, na Alemanha, os grandes mestres enxadristas conseguem usar o dobro da capacidade do cérebro, comparados a uma pessoa normal, pelo menos para resolver problemas relacionados ao jogo.

De acordo com o estudo,eles usam as duas partes do cérebro na hora de jogar xadrez, ao contrário de jogadores amadores, que usam apenas um lado do órgão.

O pesquisador Merim Bilalic, o líder desse estudo, usou testes em aparelhos de ressonância magnética para analisar os cérebros de oito enxadristas profissionais e de oito jogadores amadores enquanto eles se concentravam em uma partida de xadrez.

O estudo concluiu que os profissionais, que eram mais rápidos em resolver os problemas do xadrez, usavam os dois lados do cérebro, enquanto os amadores usavam apenas o lado esquerdo.

Bilalic diz que esperava descobrir que os jogadores profissionais apenas usassem uma versão mais rápida dos mesmos mecanismos cerebrais que as outras pessoas usavam. Mas as imagens dos cérebros revelaram que eles usavam a outra metade do cérebro para analisar outras coisas enquanto se concentravam em um problema principal.

Mas isso não ocorria quando os experts resolviam outro tipo de problema, sugerindo que essa capacidade especial dos enxadristas é limitada apenas ao jogo e à cálculos matemáticos, geométricos e espaciais.
Esse é um campo bastante pesquisado pela ciência e medicina moderna pois ainda não se entende bem a relação dos lados do cérebro com cada tipo de atividade intelectual e outros estudos também mostram que as reações são bem diferentes em seres humanos de diferentes locais,países, raças e culturas.

Mas, outros estudos propõe teorias diferentes em que o uso de cada lado do cérebro é ligado à forma de criação e educação fazendo com que cada indivíduo receba como herança de seus pais ou educadores, as formas de raciocínio e de usar ambos os hemisférios do cérebro.

Esse ainda é um campo de estudos da ciência humana que está começando com o advento da ressonância magnética e que ainda nos trará muito o que discutir e aprender.

E você, sabe qual lado de seu cérebro você usa para cálculos, raciocínios e percepção espacial? Faça o teste abaixo e descubra.
Observe bem  a figura de abaixo e descubra para que lado a mulher está girando:

Caso veja a mulher girando em sentido horário, significa que trabalha mais o lado direito do cérebro.Se no entanto, você a vê girar no sentido anti-horário, utiliza mais o lado esquerdo do cérebro.
Por outro lado, se você mudar sua atividade para uma atividade “emocional” como cantar ou dançar e conseguir retirar todos os pensamentos racionais de sua mente, mantendo-se relaxado, haverá uma mudança do giro para o sentido horário (cantando ou relaxando, você usa o lado direito, o lado do pensamento subjetivo, intuitivo, artístico).

Quando você voltar a formular mentalmente cálculos matemáticos ou espaciais (que usam o lado racional do cérebro, o esquerdo),imediatamente a figura deverá mudar o sentido de giro para o anti-horário.

Caso sinta dificuldades de concentração para conseguir mudar os hemisférios ao seu comando, talvez seja o
momento de começar a treinar melhor sua mente através da meditação e exercício de controle da mente.

Experimente fazer o teste antes e durante um jogo de Xadrez no MegaJogos, onde tem salas de Xadrez com grandes e exímios jogadores que usam todo potencial lado direito dos seus cérebros.

Para saber mais sobre o assunto, conheça o estudo realizado por Bilalic, clicando aqui.

Deixe um comentário